O rendimento depende da performance do fundo de investimento que o plano de previdência aplica, o que varia muito tanto do perfil do fundo, se ele é mais conservador ou arrojado, e também da gestão e taxa de administração.

A tomada de decisão de onde aplicar relaciona-se com o perfil de investidor do cliente, se a pessoa tem um perfil mais arrojado que suporta maior risco dentro de suas aplicações, ou se é mais conservadora e prefere maior consistência nos ganhos. 

Depois de muito analisar os fundos de previdência do Brasil conseguimos chegar a algumas conclusões. Normalmente os piores retornos estão nos fundos ofertados por bancos, que compõem 90% dos fundos de previdência do país. Acreditamos que estes resultados são assim pois estes fundos tem uma taxa alta de gestão, pelo resultado que entregam, e por serem vendidos nos bancos, onde normalmente o fator rentabilidade não é muito decisivo na tomada de decisão. Isso porque instituições bancárias em geral limitam-se a oferecer planos de seu próprio portfólio, o que não é necessariamente o mais rentável ou com menores taxas. 

Encontrou sua resposta?