Planos de previdência tem incidência de algumas taxas. Esse talvez seja um dos principais fatores ao escolher fazer um plano. Ou, ao contrário, perceber que planos de previdência não são tão vantajosos assim. As principais taxas são:

  • taxa de administração: é a remuneração do prestador de serviços, ou seja, da instituição que faz a gestão dos fundos que compõem o seu plano de previdência. Por exemplo, um fundo que cobra 2% de taxa de administração tem um custo de 2% do valor investido anualmente.
  • taxa de carregamento de entrada ou de saída: incide sobre cada nova aplicação que você faz no seu plano de previdência, ou sobre resgates. Se você aporta R$1000 num plano que tem 5% de taxa de carregamento, apenas R$950 são efetivamente aplicados, e R$50 ficam na mão da administradora, por exemplo.

Então saber muito bem o que você paga de taxas é essencial em qualquer serviço. Afinal não é nada interessante se encontrar numa armadilha, em que você esteja rodeado de taxas tão altas que o investimento realizado não te traz benefícios concretos.

Encontrou sua resposta?