Há alguns anos, aplicações em fundos de previdência era geralmente ruins. Possuíam baixas rentabilidades e as taxas se multiplicavam para todos os lados. Nos últimos anos houve uma pequena melhora, mas ainda assim, é necessário considerar o papel dos bancos no fornecimento destes serviços, e a quantidade de taxas pagas por um plano. 

Os bancos, principais gestores de previdência privada, oferecem para o cliente produtos do próprio banco. Nesse caso, há um desalinhamento de interesses entre a instituição e o cliente, ao passo que o produto que o banco oferta não necessariamente tem a melhor rentabilidade do mercado, ou é feita uma análise detalhada do perfil do cliente. 

Além disso, ninguém quer ficar fazendo propaganda de taxas altas. Por isso é essencial saber o quanto da rentabilidade e das aplicações vai ser abocanhado pela gestão e suas aplicações no fundo de previdência.

A previdência pode ser uma opção para quem busca uma aposentadoria complementar e benefícios referentes ao pagamento de impostos, contribuição flexível e o fato dela não entrar em inventário, ou seja, ser facilmente transferível em caso de morte ou invalidez.

Encontrou sua resposta?